segunda-feira, 20 de outubro de 2008

O Major Jaime Eduardo de Cook e Alvega


Li-o muitas vezes quando era miúdo. Delirava com as suas aventuras nos céus da Europa quando, aos comandos dum Spitfire ia derrotando os Stukas ou outras máquinas voadoras que eram dirigidas pelos maus, aqui encarnados pela Luftwaffe ao serviço dos nazis.
Tinha um orgulho especial por ser um herói inglês mas de origem portuguesa. Jaime Eduardo de Cook e Alvega, o célebre Major Alvega, graças a quem os aliados davam umas valentes surras nos alemães, fazendo com que a vitória na 2ª Guerra Mundial estivesse sempre mais perto. Li-o sobretudo nas edições do Falcão e guardava religiosamente cada número que contava estas histórias de aventura e coragem protagonizadas pelo Major luso-britânico. Só mais tarde descobri que afinal, na sua origem, Alvega não se chamava assim, era na verdade Battler Britton e não era luso-britânico, mas apenas britânico. No entanto para mim e agora que já se festejaram os seus cinquenta anos, Alvega representará sempre a ponta de lança portuguesa que ajudou, com a sua coragem e valentia, a pôr fim ao pesadelo nazi!

Sem comentários: