quinta-feira, 16 de Julho de 2009

A verdadeira história do facebook?


No jornal i fala-se dum livro que conta a história dos criadores do facebook:

«(…)Miguel Sousa Tavares disse recentemente numa crónica da revista "GQ" que o Facebook "não passa de uma agência de engates onde uma multidão de solitários ou mal resolvidos se põe a jeito". Acertou em cheio. Aliás foi com essa finalidade que o Facebook nasceu. Mark Zuckerberg e Eduardo Saverin eram dois brilhantes universitários de Harvard. Só que, por muito interessante que a programação informática fosse, por muito fascinante que um computador ou algoritmo possa parecer, estes dois rapazes sentiam falta de mais qualquer coisa na vida. (…)
[este livro] conta como dois rapazes solitários conseguiram triunfar na internet. Não sendo uma inovação, o Facebook ultrapassou toda a concorrência: Orkut, Hi5 ou My Space. Hoje, quem não está no Facebook, não existe. E tudo porque dois cromos de Harvard não conseguiam engatar.(…)»


Eu continuo a achar que estas redes sociais não são mais que uma perda de tempo, como muitos dos entretenimentos dos dias de hoje, e que, quem é verdadeiramente amigo, não necessita de convocar ligações em rede para o provar. Mas enfim, também não vem nenhum mal ao mundo por isso…
Já agora, eu não estou no facebook e, pelo menos aparentemente, continuo a existir!

Sem comentários: